SINDCOP convida você para participar do aniversário de 30 anos da entidade

Postado em : 10/02/2020



Inês Ferreira
O SINDCOP (Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária e demais Servidores do Sistema Penitenciário Paulista) está completando 30 anos, em 2020. Para comemorar o aniversário da entidade serão realizadas diversas atividades durante o ano.

A primeira, será no próximo dia 14 de fevereiro, às 10 horas, quando será inaugurado o novo prédio da entidade, na Rua Manuel Bento da Cruz 13-47. O prédio tem três andares, construído numa área de 157 metros quadrados, com três andares.

Para o evento de inauguração está confirmada a presença de autoridades municipais e de representantes de entidades sindicais, entre eles, o presidente da Federação dos Sindicatos dos Servidores Público em São Paulo, Lineu Neves Mazano. Também estarão presentes os fundadores da entidade.

História
O SINDCOP foi fundado em 15 de fevereiro de 1990. Nesses 30 anos a entidade cresceu e se tornou o maior sindicato de agentes penitenciários da América Latina.

Atualmente o sindicato conta com três subsedes (Pirajuí, Ribeirão Preto e Presidente Prudente) e quatro pontos de apoio (São Paulo, Presidente Venceslau, Campinas e São José do Rio Preto). Em todos eles, o sindicato oferece atendimento jurídico e psicológico para os filiados.

Desde 2011, a entidade é presidida por Gilson Pimentel Barreto, responsável pela ampliação do patrimônio físico, fortalecimento político e crescimento geográfico da representação da entidade.

“Será uma honra receber representantes da comunidade, imprensa e de demais entidades para comemorar uma data tão importante como essa. Estas pessoas terão a oportunidade de conhecer a história do SINDCOP e sua importância no cenário estadual e nacional”, disse o presidente.

Somente na sede, localizada na rua Manuel Bento da Cruz nº 13-45, em Bauru, o sindicato conta com: departamentos de Comunicação, Jurídico, Administrativos e Financeiros, gerando mais de 20 empregos diretos.

A entidade é filiada a ISP (Internacional de Serviços Públicos) CSPB (Confederação dos Servidores Públicos do Brasil), CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros) e Fessp-Esp (Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos no Estado de São Paulo).

O sindicato está presente em todas as lutas e mobilizações em defesa dos direitos dos servidores públicos do Estado de São Paulo e do Brasil.

Em dezembro do ano passado, os agentes penitenciários passaram a ser denominados de policiais penais, depois da aprovação de uma PEC Projeto de Emenda Constitucional, que alterou ao artigo 144 da Constituição Federal.

Atualmente o sindicato participando do grupo de trabalho que está elaborando a Lei Orgânica da Polícia Penal, que irá regulamentar a profissão.

A entidade é contra a reforma da Previdência do governador João Doria e também contra a privatização do sistema prisional paulista.





Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.