Inaugurado CDP de Lavínia
Presídio tem celas automatizadas, raio-X, portal detector de metais e escâner corporal
Postado em : 24/10/2019



Unidade tem capacidade para receber 847 presos. Foto: Divulgação/SAP.

 

 

O Governo do Estado de São Paulo inaugurou, na última terça, 22 de outubro, o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Lavínia. A nova unidade fica localizada na Estrada Municipal Manoel Caetano, km 4,3, no município de Lavínia, a cerca de 600 quilômetros da capital paulista. O valor investido na obra foi de R$ 55.885.602,13, provenientes do Tesouro Estadual. O CDP tem uma área construída de 11.514,18 m² e capacidade para abrigar 847 presos provisórios. A unidade é a quarta entregue neste ano.

O CDP foi inaugurado totalmente automatizado. Desenvolvido 100% por técnicos da SAP, trata-se de um sistema automático para a abertura e fechamento das portas sem que os funcionários tenham contato direto com a população carcerária. A nova também conta com todos os equipamentos de segurança, incluindo raio-X, portal detector de metal e escâner corporal.

O Centro de Detenção Provisória é um estabelecimento para presos que aguardam julgamento. Ele foi projetado com características diferenciadas, aproveitando as experiências dos que já estavam em funcionamento. Os novos CDPs têm pavilhões de trabalho e de serviço, como cozinha industrial - onde os próprios presos preparam os alimentos –, salas de aula, além de inclusão, saúde, lavanderia e padaria (setores já existentes nas penitenciárias), incluindo sistema de rampas de acessibilidade aos portadores de mobilidade reduzida e banheiros acessíveis.

“São Paulo está ofertando metade das vagas prisionais que o Brasil está oferecendo em 2019. É o Governo do Estado fazendo o seu papel na custódia dos apenados, na prática de reinserção social, oferecendo vagas e trabalhando para que o indivíduo saia da prisão e não torne a voltar”, afirmou o Secretário da Administração Penitenciária, Nivaldo Cesar Restivo.

 

Fonte: SAP





Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.