SAP vai isolar presos que tiverem suspeita de coronavírus e suspender visitas
Número de casos confirmados subiu para 46 no estado. Governador disse que, por enquanto, não há motivo para “pânico ou ações extremadas”
Postado em : 12/03/2020



Paciente é transportado no hospital em Teerã, no irã, infectado com o Coronavirus. Reprodução / Twitter.

 

 

Lucas Mendes

 

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) deverá isolar presos que manifestarem suspeita de contaminação com o novo coronavírus. De acordo com nota da pasta, nesses casos as visitas aos presos serão suspensas.

Segundo a SAP, os servidores que estiverem em contato com o paciente deverão usar mecanismos de proteção padrão como máscaras cirúrgicas e luvas descartáveis. Se for confirmada contaminação, o preso será mantido em isolamento na enfermaria durante todo o período de tratamento.

“A equipe de saúde deverá monitorar a situação para verificar se há possibilidade de novos casos. Em unidades com inclusão automática de estrangeiros o procedimento é entrar em contato com a Polícia Federal, para verificar se as providências preventivas foram tomadas, e observar se o preso apresenta qualquer sintoma por 14 dias”, informa a secretaria.

Até o momento não há nenhum caso ou suspeita de coronavírus dentro das unidades prisionais de São Paulo, segundo a SAP. De acordo com o Ministério da Saúde, até esta manhã o Brasil tem 73 casos confirmados da doença. O Estado de São Paulo lidera, com 46 casos. No país ainda não há nenhuma morte.

Como forma de prevenção, a vacina contra a gripe será antecipada este ano nas unidades prisionais, em parceria a Divisão de Imunização da Secretaria de Estado de Saúde.

“Nenhuma razão para pânico”

Segundo o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), não há nenhuma razão para pânico ou medidas extremadas em São Paulo. Na manhã desta quinta-feira (12) foi realizada uma coletiva de imprensa sobre o novo coronavírus, no Palácio dos Bandeirantes, com a presença de secretários estaduais e do prefeito de São Paulo, Bruno Covas.

Durante a coletiva o governador anunciou a liberação de mais 1000 leitos hospitalares, que serão disponibilizados de acordo com a demanda de casos confirmados de Coronavírus. O Ministério da Saúde ainda precisa efetivar a medida.

Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, David Uip disse que a orientação para hospitais públicos e privados é de que priorizem os seus leitos para os casos do vírus e remarquem cirurgias não urgentes.

De acordo com Doria, até esta quinta-feira (12) não há recomendação do Estado de São Paulo para cancelar eventos públicos, esportivos, musicais ou de entretenimento, independentemente do número de pessoas. Pessoas com mais de 55 ano, no entanto, devem evitar esses espaços.

No final da tarde de ontem (11), a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados suspendeu, por prazo indeterminado, as sessões solenes, os eventos de lideranças partidárias e de frentes parlamentares, a visitação institucional ao Palácio do Congresso Nacional e todos os eventos que não sejam diretamente relacionados à atividade legislativa do plenário e das comissões para prevenir a infecção e a propagação do novo Coronavírus.

Confira a íntegra da nota da SAP:

Até o momento não há nenhum caso ou suspeita de coronavírus dentro das unidades prisionais administradas pela Secretaria da Administração Penitenciária.

A SAP esclarece que foi elaborado, pela Coordenadoria de Saúde do Sistema Penitenciária, um Plano de Contingência para caso haja suspeita de contaminação com o coronavírus em alguma unidade prisional do Estado. Além disso, para prevenção estão sendo afixados cartazes com informações sobre a doença e orientações sobre a prevenção, bem como orientação direta aos servidores, visitantes e funcionários para também mantê-los a par dos sintomas e das melhores formas de prevenção. A  Pasta integra o  Centro de Operações de Emergência (COE) de SP específico para coronavírus, criado pelo Governo Estadual com o objetivo de assessorar a Secretaria de Saúde na organização e normatização de ações de prevenção, vigilância e controle referentes à infecção humana pelo novo coronavírus (2019-nCOV).


No surgimento de algum caso suspeito, o preso deverá ser isolado e será contatada a Vigilância Epidemiológica local. As visitas ao preso serão suspensas  e os servidores que estarão em contato com o paciente, sejam da área de segurança ou saúde, deverão usar mecanismos de proteção padrão como máscaras cirúrgicas e luvas descartáveis. Se for confirmado, além de continuar seguindo os procedimentos descritos acima, o preso será mantido em isolamento na enfermaria durante todo o período de tratamento. A equipe de saúde deverá monitorar a situação para verificar se há possibilidade de novos casos. Em unidades com inclusão automática de estrangeiros o procedimento é entrar em contato com a Polícia Federal, para verificar se as providências preventivas foram tomadas, e observar se o preso apresenta qualquer sintoma por 14 dias.


A vacina contra a gripe  será antecipada este ano nas unidades, em parceria a Divisão de Imunização da Secretaria de Estado de Saúde.





Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.
yii\base\ErrorException
Copied! Copy Stacktrace Search Stackoverflow Search Google Error

PHP Core Warningyii\base\ErrorException

PHP Startup: oci8: Unable to initialize module
Module compiled with module API=20160303
PHP compiled with module API=20151012
These options need to match

$_GET = [
    'link' => 'sap-vai-isolar-presos-que-tiverem-suspeita-de-coronavirus-e-suspender-visitas',
];