SINDCOP convoca assembleia para discutir repercussão da greve dos caminhoneiros no trabalho dos agentes penitenciários
Assembleia ocorrerá na sede e subsedes da entidade
Postado em : 29/05/2018



Paralisação dos caminhoneiros chega ao seu nono dia nesta terça-feira, 29. Foto: Reprodução/Agência Brasil.

 

A paralisação dos caminhoneiros que mobilizou o país pode afetar o funcionamento das unidades prisionais e o desempenho dos servidores penitenciários paulistas, bem como o próprio exercício das funções provocando eventuais prejuízos aos funcionários no cumprimento de horários e plantões, e possíveis danos físicos e materiais. Diante disso, o SINDCOP vai realizar assembleias para deliberar o assunto com servidores nesta segunda-feira, 04/06.

A convocação de Assembleia Geral Extraordinária está prevista no Art 15, par único do estatuto.

Na ocasião serão discutidas as consequências da paralisação dos motoristas nas unidades prisionais e para os servidores; encaminhamento de providências administrativas e votação de estado de greve.

Segundo o presidente do SINDCOP, Gilson Pimentel Barreto, a assembleia é necessária para dar legitimidade às ações da categoria sobre a greve dos caminhoneiros, além de ser um espaço democrático onde todos vão deliberar sobre os temas discutidos.

A greve do setor rodoviário chegou ao seu nono dia nesta terça-feira, 29. O desabastecimento de combustíveis e alimentos causado pela movimentação dificulta a locomoção dos servidores para o trabalho.

Caso aconteça a suspensão ou término da greve dos caminhoneiros antes da data da assembleia, a convocação fica cancelada.

Veja abaixo os endereços e horários das assembleias:

A primeira chamada será as 19 horas. A segunda, será ás 19h30.

 

Bauru – rua Manoel Bento Cruz, 13-45, Centro;

Presidente Prudente – rua Djalma Dutra, 551;

Presidente Venceslau - Rua Alexandre Festi, 64, Vila Festi;

Pirajuí – rua Campos Salles, 661-A;

Campinas – rua Bolívar Lopes, 212, Vila Reggio;

Ribeirão Preto – rua Alice Além Saad, 961, Nova Ribeirânia.





Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.