Protocolado aumento do reajuste salarial
Cumprindo agenda em São Paulo, SINDCOP se apresentou na EAP, discutiu porte de armas e reajuste salarial
Postado em : 07/02/2018



Cumprindo agenda de compromissos em São Paulo, os diretores do SINDCOP Carlos Roberto Romacho e Carlos Eduardo Piotto passaram esta terça-feira, 06 de fevereiro, desenvolvendo ações em prol do servidor penitenciário.

Depois de fazer a apresentação do sindicato aos alunos da Escola da Administração Penitenciária (EAP), eles se reuniram na SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), a fim de sugerir alterações na resolução do porte de armas para os agentes.

Em seguida se dirigiram para a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), que retornou aos trabalhos no dia 1º de fevereiro. A visita serviu para fazer um trabalho de contato com os deputados – da base governista e da oposição.

O SINDCOP busca apoio junto aos deputados para conseguir aumentar o índice de reajuste salarial dos servidores penitenciários. No início de janeiro, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou o reajuste de 3,5% aos funcionários públicos.

Foi protocolado um documento solicitando aumento no reajuste. A meta do sindicato é de que, por meio de uma emenda dos deputados, o reajuste salarial dos servidores penitenciários seja pelo menos equiparado às categorias com índice maior.





Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.